“Procuro semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça. Digo o que penso, com esperança. Penso no que faço, com fé. Faço o que devo fazer, com amor.” (Cora Coralina)

31 de agosto de 2011

Um bom dia para "Ser Feliz"


Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver a vida, apesar de todos os desafios, 
incompreensões e períodos de crise. 

Ser feliz não é fatalidade do destino, mas uma conquista de quem sabe viajar para dentro do seu próprio ser
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. 

É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma e agradecer a cada manhã pelo milagre da vida. 

Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. 
É saber falar de si mesmo. 
É ter coragem para ouvir um "não". 
É ter segurança para receber uma critica, mesmo que injusta. 

Ser feliz é deixar viver a criança livre, alegre e simples que mora dentro de cada um de nós. 
É ter maturidade para falar "eu errei". 
É ter ousadia para dizer "me perdoe". 
É ter sensibilidade para expressar "eu preciso de você". 
É ter capacidade de dizer "eu te amo". 

Desejo que a vida se torne um canteiro de oportunidades para você ser feliz... 

E, quando você errar o caminho, recomece tudo de novo, pois assim você será cada vez mais apaixonado pela vida. 
E descobrirá que... 
Ser feliz não é ter uma vida perfeita. 

Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância. 
Usar as pedras para refinar a paciência. 
Usar as falhas para esculpir a serenidade. 
Usar os obstáculos para abrir as janelas da inteligência. 

Jamais desista de si mesmo! 
Jamais desista das pessoas que você ama. 
Jamais desista de ser feliz, pois a vida é um espetáculo imperdível. 
E você é um ser humano especial!

Muita paz.

26 de agosto de 2011

Abrindo mão das emoções inúteis

A emoção é a linguagem que revela o funcionamento mais profundo de nossa mente. Se a escutarmos (em vez de reagirmos), teremos acesso a valiosas percepções intuitivas das pessoas a quem amamos. Mas cuidado: as emoções não são uma solução em si mesmas. Por trás de cada emoção há um pensamento que gera sentimentos.
As emoções nascem e morrem no ritmo de nossos pensamentos. Como são subprodutos do pensamento, conseguimos sabotar a carreira, a saúde, a felicidade e os relacionamentos apenas com a força do pensamento inconsciente, não do sentimento inconsciente. Daí a necessidade de identificar o pensamento negativo no instante que ele aparece. É mais ou menos como estar consciente de que há algo errado no organismo, mas sem sintonizar exatamente o quê e onde. O mais provável é que jogue a culpa nos outros.
Fomos treinados para lidar com as emoções, especialmente com as explosões emocionais. Se nossa mente não está íntegra, em se tratando de emoções, nada funciona por muito tempo. Observe que o mesmo comentário ou a mesma circunstância pode nos atingir de uma maneira diferente a cada vez.
A saída é estabelecer um objetivo mental e torná-lo mais importante do que as circunstâncias do momento ou as consequências futuras. Isto nos tranquiliza e restaura a integridade da nossa mente.
É fundamental desvendarmos o pensamento que está por trás de nossa primeira onda de emoção.  E substituí-lo por uma atividade mental mais natural, relaxante e prazerosa.
     
Se fosse possível resumir todos os ensinamentos espirituais numa única frase, esta chegaria bem perto: "Faça com que seu estado mental seja mais importante do que o que você estiver fazendo."
 Não leve a vida tão a sério
(Hugh Prather)

19 de agosto de 2011

Tenham uma ótima semana!!!


Deixando para trás os problemas

No início, o desprendimento parece uma tarefa temerária, até impossível.
As dificuldades são tão importantes para a vida das pessoas que acabamos definindo os que nos rodeiam a partir de seus problemas, quer de modo positivo, quer de modo negativo. Isto acontece também com nossa auto-imagem. Temos a tendência a pensar em nós, até mesmo no significado da vida, do ponto de vista das dificuldades que encontramos.
Os problemas nos atingem na medida da nossa preocupação. A chave para se alcançar a fluidez, o repouso e a liberdade interior não é a eliminação de todas as dificuldades externas, mas sim o desapego ao padrão de reação a essas dificuldades.
Copiar a abordagem infantil da felicidade não é se comportar como uma delas, mas sim ver o mundo como elas vêem. É abandonar as percepções estreitas e as respostas prontas. É admitir sem restrições que as pessoas à nossa volta são o que são e que estamos ali com elas para o que der e vier.
Transformar-se numa "criança" é abrir mão da responsabilidade de julgar e de estar certo em todos os momentos. Isso elimina os bloqueios e permite a ampliação de nossa capacidade de apreciar qualquer coisa ou, pelo menos, de estarmos serenos e em paz.

Não leve a vida tão a sério
(Hugh Prather)

16 de agosto de 2011

Nossos pensamentos tomam a cor dos nossos desejos e das ações que os determinam

O pensamento é uma vibração mental, essas vibrações mentais são irradiadas de nossa mente e suas cores variam do escuro ao claro mais brilhante.


PRATEADO - é a cor dos pensamentos sábios, de renúncia em favor da humanidade; entregando-nos ao desenvolvimento de nossa inteligência e do nosso coração, ligamo-nos a faixa prateada.
BRANCO - é a cor da pureza; ao cultivarmos rigorosa higiene mental, irradiaremos pensamentos brancos, isto é, de pureza.
AZUL - é a faixa cultural da humanidade; o cultivo da arte nas expressões mais elevadas nos faz ter irradiações azulinas.
ROSA - é a cor do amor e da virtude; se abrigarmos em nossos sentimentos puro amor com nossos semelhantes e nossos atos forem modelados pela virtude, vibrações rosadas partirão de nossas mentes.
LILÁS - é a cor da adoração, religião e culto; quando elevamos nossos pensamentos a Divindade adquirimos a cor lilás em nossas vibrações mentais.
CINZA CLARO - é a cor da caridade; pensamentos de caridade irradiam a cor cinza claro.
CINZA ESCURO - é a cor das vibrações concernentes ao devotamento e ao ideal; quando uma causa justa nos empolgam o ser, vibramos nas faixas de cinza escuro.
VERDE CLARO - é a cor que indica a transição entre o materialismo e a espiritualidade de nossos pensamentos; é a cor da inspiração superior.
MARROM - é a cor dos pensamentos materiais comuns da humanidade.
PRETO - é a negação da luz; quando o ódio, rancor, ciúme, inveja, cólera, vícios, crimes, desonestidade, etc nos dominam, apagam-se as luzes dos nossos pensamentos.

Muita LUZ para todos!!!

13 de agosto de 2011

Música boa para seus ouvidos

Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
A vida não para...
Enquanto o tempo
Acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora
Vou na valsa
A vida é tão rara...
Enquanto todo mundo
Espera a cura do mal
E a loucura finge
Que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência...
O mundo vai girando
Cada vez mais veloz
A gente espera do mundo
E o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência...
Será que é tempo
Que lhe falta para perceber?
Será que temos esse tempo
Para perder?
E quem quer saber?
A vida é tão rara
Tão rara...






12 de agosto de 2011

Cuide do seu falar

Antes de falar... Escute
Antes de escrever... Pense
Antes de gastar... Ganhe
Antes de julgar... Espere
Antes de orar... Peça perdão e também perdoe
Antes de desistir... Tente

Sejamos senhores de nossa língua para não sermos escravos de nossas palavras.
No Mundo existirão pessoas que vão te amar pelo que você é, e outras que vão te odiar pelo mesmo motivo, acostume-se.
Quem ama não vê defeitos, quem odeia não vê qualidades e quem é amigo vê as duas coisas.

Preste atenção em seus pensamentos, pois eles se tornarão palavras.
Preste atenção em suas palavras, pois elas se tornarão atos.
Preste atenção em seus atos, pois eles se tornarão hábitos.
Preste atenção em seus hábitos, pois eles moldarão seu caráter.
Preste atenção em seu caráter, pois ele determinará seu destino.

Um bom final de semana a todos!!!

11 de agosto de 2011

APRENDA A MUDAR SUA ENERGIA

1.Pense sempre, de forma positiva. Toda vez que um pensamento negativo vier à sua cabeça, troque-o por outro! Para isso, é preciso muita disciplina mental. Você não adquire isso do dia para a noite; assim como um “atleta”, treine muito.

2.Não tenha medo de nada e ninguém.O medo é uma das maiores causas de nossas perturbações interiores.Tenha fé em você mesmo. Sentir medo é acreditar que os outros são poderosos. Não dê poder ao próximo.

3. Não se queixe. Quando você reclama, tal qual um ímã, você atrai para si toda a carga negativa de suas próprias palavras. A maioria das coisas que acabam dando errado, começa a se materializar quando nos lamentamos.

4. Risque a palavra “culpa” do seu dicionário. Não se permita esta sensação, pois quando nos punimos, abrimos nossa retaguarda para espíritos opressores e agressores, que vibram com nossa melancolia. Ignore-os.

5. Não deixe que interferências externas tumultuem o seu cotidiano. Livre-se de fofocas, comentários maldosos e gente deprimida. Isto é contagioso. Seja prestativo com quem presta. Sintonize com gente positiva e alto astral.

6. Não se aborreça com facilidade e nem dê importância às pequenas coisas. Quando nos irritamos, envenenamos nosso corpo e nossa mente.Procure conviver com serenidade e quando tiver vontade de explodir, conte até dez.

Viva o presente. O ansioso vive no futuro. O rancoroso, vive  no passado. Aproveite o aqui e agora. Nada se repete,  tudo passa. Faça o seu dia valer a  pena. Não perca tempo com melindres e preocupações, pois só trazem doenças.

Tudo vem no momento certo

“Que hoje se realize tudo o que você quer. Que a paz de DEUS e 
o frescor do ESPÍRITO SANTO estejam em seus pensamentos, 
dominem a noite em seus sonhos e estejam sobre todos os seus 
medos. Que DEUS se manifeste de uma maneira jamais 
experimentada por você. Que seus desejos sejam atendidos,  
inclusive seus sonhos mais íntimos e suas orações sejam 
respondidos. Minha oração é para que você tenha FÉ. Minha 
oração é para que seus espaços sejam aumentados, minha oração é 
pela paz, cura, saúde, felicidade, prosperidade, alegria e um 
verdadeiro e eterno amor a DEUS.”

5 de agosto de 2011

A Dança das 1000 Mãos

Há uma dança impressionante, chamada de “As Mil Mãos-Guan yin”.
Considerando a grande coordenação que é necessária, a sua realização não deixa de ser surpreendente, mais ainda porque todas as bailarinas são surdas. Sim, é verdade. Todas as 21 bailarinas são 
completamente surdas e mudas.

Baseando-se somente nos sinais dos formadores nas quatro esquinas do cenário, estas extraordinárias bailarinas oferecem um grande espectáculo visual. O seu primeiro grande “début” internacional foi em Atenas na cerimônia de encerramento dos Jogos Paralímpicos de 2004, mas tem estado desde há muito tempo no repertório da “Chinese Disabled People”s Performing Art” e já viajou a mais de 40 países.

A sua primeira bailarina, Tai Lihua, tem 29 anos de idade. O vídeo foi gravado em Pequim durante o Festival da Primavera deste ano.



Vejam:
http://sorisomail.com/email/11956/a-danca-das-1000-maos.html

Cineminha...

1 de agosto de 2011

Os sentimentos e as emoções

Alegria é um sentimento. Euforia é emoção.
Tristeza é um sentimento. Depressão é emoção. A tristeza é inevitável em algumas situações da vida, mas ela pode ser vivenciada juntamente com a paz, porque acontece a compreensão de que tudo é passageiro e transitório, como também aprendizado.
Medo é um sentimento. Pânico é emoção. Os medos são muitos e até servem como autoproteção, autopreservação ou alerta. Mas o medo constante, sem motivo aparente ou real, que paraliza, revela falta de lucidez e confiança. Coragem (coração + ação) é fazer com medo.
Raiva é um sentimento. Ódio é emoção. É humano expressamos o sentimento de raiva, até como um posicionamento, um discernimento. Mas este sentimento deve ser rápido, passageiro, o tempo de aprender como transformá-lo em atitudes realizadoras, oportunidades do exercício da paciência, tolerância e compreensão. Jamais deixe que a raiva se transforme em mágoa, rancor ou ódio, pois este é o caminho da autodestruição.
Amor é um sentimento. Paixão é emoção. O Amor anima e liberta. Junto com a paixão vem de brinde o ciúmes, a dor, insegurança e a possessividade.
As emoções nos levam às ilusões, às falsas expectativas, à distorção da realidade. Desta forma, ficam comprometidos o discernimento e a capacidade de julgamento. Fica faltando a inspiração que nos enche da luz da evolução espiritual.
Os sentimentos nos fazem superar, crescer, transbordar, expandir para a conquista da paz.

Os passos amorosos da transformação:
O primeiro passo ao lidar com os sentimentos desagradáveis é reconhecer cada sentimento no instante em que ele surge. O meio para isso é a plena consciência.
O segundo passo consiste em se tornar uno com o sentimento. Não adianta negar: vá embora, não gosto de você, você não sou eu, etc. Mais eficaz é aceitar e conversar com ele.
O terceiro passo é acalmar o sentimento, o desagrado. Inspirando, oxigenando, acalmar o corpo e a mente. Acalmar, só por estar com ele, sentindo ternura por ele. Com a mente alerta não evitar o sentimento, reconhecer a dor, sua importância e; expirando, ir evaporando seu poder.
O quarto passo é largar o sentimento desagradável, soltá-lo. Este passo será apenas a cura do sintoma.
O quinto passo é enxergar a oportunidade de se aprofundar e trabalhar na transformação da raiz daquele sentimento, e então se sentir livre.

Na cura dos sentimentos desagradáveis é necessário ter cuidado, amor e não violência. Não acredite em transformações sem medo e sem amor. Quando os sentimentos desagradáveis são observados de forma consciente, eles podem ser muito esclarecedores e proporcionar revelações e mais compreensão a respeito de nós mesmos e da nossa sociedade.
O sentimento verdadeiro é a compreensão, é o perdão; é aquele que dá uma sensação de paz.
Em vez da ação que busca se desfazer de partes de nós mesmos, devemos aprender a arte da transformação. Podemos transformar nossa raiva, por exemplo, em algo mais salutar, como a compreensão. E, dessa mesma maneira, é possível tratar a ansiedade (medo do futuro) ou a depressão (desesperança).

Conceição Trucom